Segue polêmica com Gilbert!

O jornal belga Het Niewsblad publicou que a polícia em Verviers confirmou que os agressores de Gilbert não estavam bebados como disseram Gilbert e Loic, por sua vez o motorista alega que Gilbert o atingiu com spray de pimenta, que é considerado arma na Bélgica o que pode resultar ao belga multa de até 25.000 euros e de 1 mês a 5 anos na cadeia.

Cycling: BMC Racing Team 2016  GILBERT Philippe (BEL)/  Equipe Ploeg /(c)Tim De Waele

Gilbert treina normalmente na França, mas está na temporada belga preparando-se para as clássicas das Ardenes, Amstel Gold Race, Flèche Wallone e Liège-Bastogne-Liège.

Por conta da cirurgia esta oficialmente fora da corrida de amanhã, a De Brabantser Pijl.

Agora as versões tanto de Gilbert como do motorista não batem:

Segundo Gilbert:

Loic e eu pilotamos por cinco horas e meia e estavamos a caminho de casa após o reconhecimento da Liège-Bastogne-Liège quando o carro veio por trás de nós a toda velocidade enquanto estavamos em Theux onde o entrevero começou. Eu irei cooperar totalmente com a policia e suas investigações.

 

Segundo o motorista:

Isso começou numa estrada fora da cidade, três ciclistas tomavam toda largura da estrada e apenas após alguns quilômetros eu tentei passar. Quando os ultrapassei eles me insultaram. Eu diminuí e os ciclistas vieram perto de mim, eu queria falar com eles, abri minha janela, mas o mais novo deles (Vliegen) tentou me acertar. Então guiei adiante e parei em Theux onde o incidente continuou, eles bateram em nós e usaram spray (de pimenta). Ao contrario do informe da BMC eu não estava bêbado (fato confirmado pela polícia).

 

Pra mim aqui do outro lado do Atlântico e conhecendo os motoristas brasileiros fica quase impossível acreditar totalmente no motorista belga, ainda mais que ele claramente esperou os ciclistas chegarem em Theux para prosseguir com a briga.

Como diria o William Cruz do Va de Bike: – Não foi acidente!