Sagan vence terceira etapa do Tour de Suisse com mais uma aceleração dubaralho.

sagan

Ele é rápido como uma bala, pilota mais que o Tiozão da Hornet e empina tão bem quanto o último cara que entregou pizza na sua casa! Ele é Peter Sagan! Hoje, o “Saganetor” utilizou toda sua força e habilidade na bike para fazer valer o gordo contracheque pago por seu chefe, Oleg Tinkoff.

A terceira Etapa do Tour de Suisse começou com uma fuga que rodou bastante tempo livre do bloco, chegando a abrir 7 minutos de vantagem. Porém, a 20km da chegada, o atraso do pelote era de apenas 1 minuto. Os ciclistas rumavam em alta velocidade para os quilômetros finais, que seriam realizados em subida, em um trecho com muitas curvas.

Então chegou a marca de 10km para a meta: foi ai que começou um festival de pancadaria digno de quebrar as pernas de Anderstrong Silva. Os primeiros a tentarem a sorte foram Jan Bakelants e Joins Albasini. Porém, foram engolidos rapidamente pelo bloco. A 5 km da linha, Winner Anacona (não consigo ler este nome sem rir), também atacou, mas foi rapidamente pego por Rafal Majka, gregario de Sagan na Saxo – que também buscou o ten Dam um pouco mais à frente na prova.

A 1 km da chegada, Chavez acelera para preparar o terreno para Matthews. Porém, a 500m da conclusão do estágio, quem liderava o pelotão através de uma série de curvas em alta velocidade era Peter Sagan, que rumou firme para a vitória.

Mais uma vez, o atleta que foi tão criticado no início deste ano mostra que recuperou a boa forma, principalmente depois de levar a vitória geral do Tour da Califórnia.

A sim, a amarela continua com Tom Dumoulin.

Deixe uma resposta