Roglic vence em chegada ao alto na Itália

Com um ataque no quilômetro final e setor mais duro da subida final o esloveno Primoz Roglic da Lotto Jumbo venceu a 3ª Etapa da Tirreno Adriático na chegada ao alto em Trevi. Froome subiu para terceiro na classificação geral.

Três metas de montanha e chegada ao alto com 239km entre Follonica e Trevi, assim foi a 3ª etapa da Tirreno Adriático hoje. A prova começou com fuga cinco pilotos colocando longos oito minutos no pelote na longa jornada. Passaram por Montalcino e parte da Strada Bianche com a exuberante paisagem das vinícolas da Toscana e Montefalco.

Jacopo Mosca (Wilier-Selle Italia), Nicola Bagioli (Nippo-Vini Fantini), Sho Hatsuyama (Nippo-Vini Fantini), Dennis van Winden (Israel Cycling Academy) e Stepan Kurianov (Gazprom-Rusvelo) pedalaram mais de 200km juntos.

O pelote aumentou a velocidade a partir dos 100km finais e foi reduzindo a diferença, já dentro dos 30km finais Simon Geschke da Sunweb caiu e foi forçado à abandonar deixando a prova em ambulância, a Sunweb já havia perdido no início da etapa Soren Kragh Andersen que subiu no carro da equipe no começo da prova.

Com 20km para o final a vantagem da fuga já estava dentro dos 2 minutos. O pelote aumentou a velocidade e ficava claro que a fuga seria pega, com apenas 12km para o final estavam todos juntos e começaram as hostilidades na passagem de San Tommaso para Trevi uma subida de 2.5km com gradiente máximo de brutais 20%. A Sky começou a escalar com Kwiatkowski na ponta e as locomotivas da Astana lado a lado  com a Sky na ponta e assim passaram pela chegada para os últimos 11km de prova.

Após a descida de volta a San Tommaso o pelote reduzido a cerca de 50 pilotos a Sky inteira na ponta puxando, assim que começaram a subir e todos candidatos a vitória estavam ali, Nibali, Froome, Avermaet, Sagan, Gilbert, Landa entre outros. O primeiro ataque veio de Roglic da Lotto Jumbo no trecho mais duro da subida o capitães se entreolharam e não combateram! Enquanto Sagan e Miguel Lopez ficavam para trás. Os escaladores então começaram a disputar aceleração nos metros finais e Adam Yates atacou para o segundo lugar e Tiesj Benoot foi o terceiro.

 

Na classificação geral, Geraint Thomas assume a primeira colocação no desempate seguido por Greg Van Avermaet com o mesmo tempo e Chris Froome em terceiro apenas três segundos atrás.

 

Deixe uma resposta