Pinot vence Bardet em Etapa Rainha!

La Rochette – Meribel a etapa raínha da edição deste ano do Criterium du Dalphiné!

meribel

Partindo de La Rochette, a ultima cidade do antigo ducado de Savoy, incorporado a França na renascença a meio caminho entre Grenoble e Savoy, segue por 140km para Meribel, a “Campos de Jordão” francesa, onde as estações de esqui ficam lotadas durante o inverno, dois anos atrás o multi-campeão de Formula 1 Michael Schumacher sofreu um acidente terrível em uma das pistas de esqui.

Com 3 montanhas de primeira categoria, uma hours e uma de segunda categoria a etapa pode ser considerada a etapa rainha desse ano.

daup-e6p

Hoje cedo Cris Froome largou com a camisa amarela, Boasson Hagen de verde e Teleklehaimanot de bolinhas vermelhas, além de Alaphilippe que manteve a camisa branca.

Logo cedo uma fuga com 25 pilotos estabeleceu dois minutos de vantagem sobre o pelote, entre eles Teklehaimanot, Grmay e Voeckler. Assim na primeira subida do dia de CAT1 tivemos:

1. Daniel Teklehaimanot, 10 points

2. Tsgabu Grmay, 8

3. Serge Pauwels, 6

4. Mikaël Chérel, 4

5. Daryl Impey, 2

6. Thomas Voeckler, 1

 

Na sequência veio a subida Grand Cucheron, Cat2:

 

1. Daniel Teklehaimanot, 5 points

2. Tsgabu Grmay, 3

3. Thibaut Pinot, 2

4. Thomas Voeckler, 1

 

O grupo se aproximou da da Col de La Madeleine que já esteve presente por 24 vezes no Tour de France, a última em 2013 quando Pierre Rolland passou em primeiro conquistando os pontos de montanha, hoje também foi escalada pelo lado sul.

Col-de-la-Madeleine

A distância para o pelote aos pés da Col de La Madaleine, era ao redor de três minutos, momento em que Contador e Aru atacaram, Contador trouxe consigo seu gregário Jesper Hansen, na sequência Aru, Purito, Quintana e Thurau (Wanty).

Col-de-la-Madeleine (1)

O topo de La Madeleine ficou com Tibaut Pinot

1. Thibaut Pinot, 15 points

2. Mikaël Chérel, 12

3. Louis Vervaecke, 10

4. Serge Pauwels, 8

5. Tsgabu Grmay, 6

6. George Bennett, 5

7. Ben Hermans, 4

8. Robert Kiserlovski, 3

9. Roman Kreuziger, 2

10. Daryl Impey, 1

 

Na perseguição de Contador e Aru, na medida que escalavam foram pegando os sobrados da fuga, Contador já tinha 30″ sobre Froome, Quintana sobrou também enquanto Contador e Aru tentavam manter o ritmo. A Sky se organizou e montou uma perseguição na subida e conseguiu reconectar no topo de La Madeleine, com 1’22” atrás da fuga.

Com 30km para o final a penúltima subida do dia, Montée des Frasses CAT1 teve Pinot novamente na frente:

1. Thibaut Pinot, 10

2. Jan Bakelants, 8

3. Romain Bardet, 6

4. George Bennett, 4

5. Robert Kiserlovski, 2

6. Roman Kreuziger, 1

Restava além da descida para Les Bains, uma subida CAT1 para chegada em Meribel, o pelote com 3′ atrás, parecia que o grupo venceria, especialmente por ter especialistas em escalada.

Começaram a subida, o grupo da fuga com dez pilotos e 2’40″atrás o grupo com Froome e Contador, faltavam 11km de duríssima subida pela frente.

A medida que subiam, Bardet e Pinot atacaram e começaram a abrir, com 2km para o final tinham 1’20” de vantagem para o grupo perseguidor que conectou com o grupo de Froome-Contador, ficaria entre ambos a etapa e a tensão subia por um ataque dos líderes.

Na frente Pinot e Bardet tiveram tempo para ensaiar uma chegada de pista com  Pinot desacelerando para depois bater Bardet sobre a linha.

 

pinot

Confira a chegada:

 

Na sequencia Frome e Dan Martin atacaram e abriram preciosos segundos nos últimos metros! Que prova, que etapa! Froome mais

Confira a classificação da etapa:

daup-e6w

Confira como ficou a classificação geral, agora com Bardet subindo para terceiro, ficou difícil para Contador:

daup-e6gc