Petrolífera Colombiana Ecopetrol pode ser a salvadora da Sky

A presença de Cris Froome e o primeiro escalão da Sky numa simples prova 2.1 parece ter outro motivo. Em acordo com a Gazzetta dello Sport, a companhia petrolífera colombiana Ecopetrol seria a patrocinadora da equipe a partir de 2020.

Equipe Sky

Negociações envolvem o presidente colombiano Iván Duque

A negociação envolveria o encontro do diretor da Sky Sir Dave Brasilsford com o presidente da república colombiana Iván Duque Márquez. Como o Pelote já trouxe aqui, a transmissora Sky deixará o ciclismo ao fim da temporada de 2019 e fontes colombianas da Gazzetta indicam que a petrolífera pode ser a solução. Empresa de economia mista (tal qual a Petrobras) a Ecopetrol pertence em 80% ao governo colombiano. Assim a equipe que tem Froome, Thomas, Moscon e Kwiatkowski como estrelas já vem investindo pesado em talentos colombianos como Egan Bernal, Sebastian Henao e Ivan Sosa. A Ecopetrol seria a principal patrocinadora e a equipe deixaria de correr com as cores britânicas para tornar-se a primeira equipe World Tour latino americana.

A Ecopetrol tem cerca de 9.300 funcionários, foi fundada em 1921 e tem um valor de mercado avaliado em 64 bilhões de dólares.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.