Paulinho Guedes

Tudo começou com uma mensagem no forum do pelote:

Fala galera, sou Paulo de sao paulo..rsrs paulo 34 anos/ aposentado por invalidez/ adoro ciclismo e graças a essa pratica…meu estilo de vida mudou muito, mas muito mesmo….moro na divisa de são paulo com Embu das artes….ultimamente tenho treinado na ciclovia do rio pinheiros…porém adoro fazer pedal na estrada com os amigos,sempre que possível.(romeiros, santa inês, roseira, nazaré paulista enfim….amo muito tudo isso.. rsrs)

Mordido pelo bicho da estrada, nosso Paulinho o Agorasim  registrou no Strava 38.304,5km em 768 pedaladas sendo a maior delas um brevet Audax de 600km, comprou peças da Inglaterra, trocou, vendeu, e a duras penas montou sua Chiquitita, uma Specialized Tarmac que levava o escalador de 45kg e 1,62 para o topo de qualquer montanha que houvesse pelo caminho.

Paulo Guedes e Eduardo Duin

Em janeiro de 2016, Paulinho mudou-se para Luziânia em Goiás, novas paisagens novos companheiros de pedal , voltando  a São Paulo no final do ano participou do encontro Pelote em Penedo onde em mais uma mostra de sua generosidade e companheirismo cedeu a Chiquitita para o editor do pelote que escreve esse texto que teve bolha nos pneus e para ele muito mais leve era mais fácil mas não menos perigoso escalar a subida de Visconde de Mauá no Rio de Janeiro, ainda em dezembro seu último pedal, justamente o seu melhor tempo na subida do Pico do Jaraguá, 14’54”,  ao descer da bicicleta no topo um leve mal estar, no dia seguinte foi para o hospital e em dezessete de janeiro de 2017 após 20 dias de internação, Paulinho nos deixou.

Despedida de Paulinho de São Paulo no Pico do Jaraguá

Deixou muitas alegrias, restou uma saudade enorme de um sujeito simples, humilde e que falava o que pensava. E aquele que esteve ao seu lado visitando nos mais de vinte dias de internação foi o pangaré Eduardo Duin e foi Duin incumbido pela família em manter o destino de Chiquitita a subir serras e conquistar estradas e assim em fevereiro um jovem triatleta de Uberlândia que tentava montar uma bicicleta de estrada fazia ao menos três anos foi escolhido para receber Chiquitita.

Hoje 31/03 Paulinho faria 37 anos, fica aqui a homenagem e o agradecimento a esse guerreiro nas estradas e na vida.

Pedal em homenagem póstuma da galera de Lusiânia em Goiás

2 thoughts on “Paulinho Guedes”

  1. Fico feliz pelo desportista Paulinho, que fazia o que mais gostava (também adoro). O destino nos leva às estradas as vezes solitariamente.
    Este é um excelente exemplo a ser seguido.
    Que Deus o tenha recebido dá melhor forma.

Deixe uma resposta