O CAOS no Ventoux!

Uma das mais tradicionais etapas do Tour é com subida do Mont Ventoux, um monolito de calcário na Provença cujo próprio nome já indica sua principal característica, venta e muito por lá, não é uma brisa qualquer falo de rajadas de 300km/h! Motivo pelo qual a etapa de hoje foi encurtada em 6km para os ciclistas e público não sofrerem com os ventos que superavam 120km/h ontem.

froome-1

O dia começou com 18.7km neutralizados antes do início oficial, Froome completa hoje 34 dias vestindo a camisa amarela, entrando no seleto grupo dos dez ciclistas que mais vestiram amarelo, empatado com Louison Bobet e Ottavio Bottecchia. Logo cedo um grupo de 14 pilotos partiram em fuga, entre eles Sep Vanmarcke, Daniel Teklehaimanot, Paul Voss, Greiipel, De Gendt, Coquard, Chavanel e Dani Navarro. Sem uma reação rápida do pelote abriram 5 minutos, e foram ganhando espaço chegando a ter 17 minutos de vantagem com 90km para o final. Alguns grupos de perseguição se lançaram e com 65km para o fim a fuga mantinha 14 minutos sobre o pelote e 6 minutos sobre o primeiro grupo perseguidor. No grupo dos líderes Gerrans sofreu uma queda, Froome pediu para o pelote segurar e todos se agruparam.

Na fuga, durante a subida do Ventoux o grupo foi quebrando até que ficou a dupla De Gendt /Pauwels, De Gendt venceu com Pauwels em segundo, Chavanel em terceiro. Thomas ao descer da bicicleta dedicou a vitória a seu companheiro da Lotto Soudal, Stig Broeckx que continua em coma após acidente com moto no Tour da Belgica.stig

 

atrás no grupo dos líderes Froome atacou com Bauke Mollema e parecia que tudo caminharia para Froome abrir mais vantagem com Quintana sobrando, mas ai veio o imponderável, o caos!

O público fechou a estrada e a moto da organização freou, Porte bateu na moto e Froome atrás dele, caíram cerca de 1km do final, as bicicletas ficaram danificadas e sem poder pedalar Froome começou a correr! Depois de alguns metros pegou uma bicicleta da organização e não conseguiu pedalar, até chegar um companheiro da Sky e ceder a bicicleta a ele.

Após a etapa, os comissários julgaram o fato e mantiveram Froome com a camisa amarela, o tempo dele e Porte ficou o mesmo do grupo que estavam, os resultados ainda são provisórios.

 

No fundo da imagem abaixo nota-se um piloto da Katusha parado: