Nibali, campeão do Giro 2016!

Hoje a penúltima etapa do Giro 2016 partiu de Guillestre a Sant’anna di Vinadio por 134km, da pequena cidade no sul da França voltando a Italia na província de Cuneo no Piemonte, passando por uma serra pesadíssima passando por Col de Vars montanha de categoria 1 logo na largada, depois o Col de La Bonette, também categoria 1, saindo da França e entrando na Italia mais uma subida de categoria 1, a Colle Della Lombarda e chegando em Sant’anna di Vinaddio em uma subida de categoria 3.

T15_MadonnaDC_2_alt

Ao contrário até do que foi divulgado na narração, a etapa não foi “rápida”, a previsão da dureza da etapa fez a organização antecipar a largada para enquadrar a chegada no horário da TV, largaram as 12:56 horário local.

Nos rescaldos da etapa de ontem, radiografias confirmaram uma costela quebrada para Kruijswijk que mesmo assim largou, só de pensar que um atleta de futebol ficaria meses parado, o sujeito tem não só de amar mas respeitar demais esse esporte!

Logo no começo a fuga inicial com Viconti, Nieve, Cunego, Kangert e Foliforov começou a escalada do Col de Vars, juntaram-se a eles Taaramae, Atapuma a Dombrowski, na primeira montanha a meta teve mais uma vez Stefen Denifl em primeiro com Atapuma e Nieve na sequência, ai já com 6’58” de vantagem para o pelote.

Na última descida Taaramae (KAT) atacou, abriu uma distância segura para seu Atapuma (BMC) e venceu com 52″ de vantagem, Dombrowski (CPT) foi o 3º e Mikel Nieve (Sky) o 4º.

giro-20c

Na escalada do Col de La Bonette tivemos Nieve, Taaramae, Foliforov, Atapuma e Dombrowski na meta de montanha, com Grambilla e Denifl os perseguindo 3’37″atrás e o pelote com o camisa rosa já a mais de 10′ de desvantagem, a luta pela vitória ficaria para a fuga, enquanto no pelote esperava-se o movimento de ataque. Kruijswijk já estava sozinho enquanto Chaves, Valverde e Nibali tinham gregários não só consigo como na fuga, Visconti esperou Valverde para ajudar na última subida, enquanto Nibali foi soberbo, dessa vez com as pernas e não com a boca, Nibali imprimiu ataque atrás de ataque um ritmo inalcançável para Chaves, fez uma descida perfeita e não só tirou o minuto de desvantagem para Chaves, mas colocou mais 52′ de vantagem.

No final o pódio ficou definido com Nibali, Chaves e Valverde, enquanto o forte Kruijswijk ficou com o 4º lugar.

giro-20gc

 

Vicenzo Nibali assume a camisa rosa na penúltima etapa do Giro 2016, agora só um desastre total tira a vitória do Tubarão de Messina.

 

Também ficaram definidas a camisa vermelha de sprinter, com Nizzolo Giacomo da Tinkoff em 1º, Diego Ulissi da Lampre em 2º e Matteo Trentin em 3º, a camisa azul de escalador fica com Mikel Nieve (Sky) com Damiano Cunego (Nipo) em 2º e Darwin Atapuma (BMC) em terceiro. A camisa branca já estava definida e fica com Bob Jungels da Etixx que fecha o Giro deixando de ser uma promessa e entrando para a realidade dos competidores mais fortes a classificação geral.

 

Voltamos logo mais com o vídeo dos melhores momentos.