Giro 2018 deve começar com contra relógio em Jerusalém

A organizadora do Giro, a RCS irá anunciar somente no dia 18 de setembro a rota oficial do Giro 2018, mas a imprensa britânica revelou que o Giro deve começar na velha Jerusalém e ter ainda mais duas etapas em Israel passando por Tel Aviv e pelo sul de Israel. Então a corrida viaja para a Sicília onde novamente escala o vulcão ativo Etna, já em acordo com o Tuttobiciweb. O governo de Israel será responsável não só pela segurança mas por significante parte do custo total da largada do Giro, sendo a maior operação de segurança em Israel ultrapassando o funeral de Yitzhak Rabin e a visita do Papa Francisco.

Israel precisará aportar cerca de €12 milhões com €4 milhões diretamente para a RCS, a cidade de Praga e a Polônia também tem interesse na passagem da 101ª edição do Giro.

A partida em Jerusalem pode ser um salto político para o país, que tem se empenhado em mostrar ao mundo uma vida normal no cotidiano de Israel. A passagem do Giro comemoraria o 70º aniversário de Israel.

Ran Margaliot gerente da Academia de Ciclismo de Israel disse que planeja reforçar sua equipe com novas contratações, obviamente visualizando a possibilidade de ser equipe convidada para o Giro 2018.

O Giro 2018 começará no dia 05 de maio e terminará no dia 27 de maio em Roma.

Deixe uma resposta