Ele é o demolidor! Dumoulin vence no Santuário Oropa!

Hoje a etapa do Giro foi espetacular! Conforme falamos mais cedo, a disputa entre Dumoulin e Quintana lembra o pega entre Indurain e Ugromov em 1993,  um contra-relogista versus um escalador, a expectativa da prova era que os escaladores natos, Quintana, Nibali e companhia tirassem tempo de roladores como Dumoulin e Pinot, mas o que se viu hoje foi exatamente oposto! Durante a subida ao santuário de Oropa, Tom Dumoulin o holandês voador da Sunweb atacou vencendo a etapa e ampliando a vantagem para Quintana para 2’47” na classificação geral!

Olha que fantástico o ataque de Dumoulin, a Velon.cc publicou a análise de potência (clique para ampliar):

A etapa começou com os abandonos previstos de Greipel e Marezcko, contudo Caleb Ewan largou mesmo com poucas aspirações daqui para o final enquanto Fernando Gavíria segue defendendo a camisa de pontos. Um momento até engraçado foi quando Teklehaimanot pulou a frente do pelote para tentar uma fuga e Gaviria o seguiu, Teklehaimanot então balançou o cotovelo para revezar e o colombiano balançou o dedo “aqui não neném”, objetivos diferentes para cada um, Gaviria só pensava em marcar possíveis ameaças a camisa por pontos. A fuga do dia acabou com três nomes, Laguntin da Gazprom, Berhane e Gibbons foram os sofredores do dia. A FDJ especialmente tomou a ponta do pelote e imprimiu um ritmo realmente forte para etapa de hoje, o objetivo provavelmente era cansar os escaladores a média por vezes passava dos 50km/h.

Chegando a subida do santuário algumas sessões de paralelepípedos fizeram vitimas como Adam Hansen que caiu, o pelote seguia acelerando forte quando com 8.5km o primeiro ataque veio com Diego Rosa da Sky, logo neutralizado com a Movistar na cabeça, Quintana seguia com Nibali grudado em sua roda quando foi a vez de Pozzovivo da Ag2r atacar e o próprio Quintana o neutralizar. Veio então o esperado ataque de Quintana que levou consigo Zakarin, Quintana abriu nove segundos de Dumoulin que olhou para os lados, não viu nenhum movimento de perseguição e resolveu ele mesmo ir a luta! Dumoulin lançou o que parecia uma tentativa de neutralizar Quintana mas não só alcançou o colombiano como continuou com a pancadaria, um ataque longo com alguns momentos de pausa e novamente Dumoulin acelerava sendo acompanhado por Zakarin, Landa e Quintana e foram assim até o último quilômetro quando Quintana sobrou, pela primeira vez em anos vimos a expressão de desespero na face do robô Quintana, Dumoulin seguiu com Zakarin e venceu sprintando na subida, uma vitória épica!

Não sabemos ainda se será suficiente para coibir Nairo nas etapas de alta montanha na última semana do Giro mas sem dúvidas Dumoulin teve atitude de campeão!

 

Confira os dez primeiros colocados na etapa 14 do Giro 2017:

1 Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb 3:02:03
2 Ilnur Zakarin (Rus) Katusha-Alpecin 0:00:03
3 Mikel Landa (Spa) Team Sky 0:00:09
4 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 0:00:14
5 Thibaut Pinot (Fra) FDJ 0:00:35
6 Adam Yates (GBr) Orica-Scott 0:00:41
7 Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida 0:00:43
8 Franco Pellizotti (Ita) Bahrain-Merida
9 Steven Kruijswijk (Ned) Team LottoNl-Jumbo 0:00:46
10 Tanel Kangert (Est) Astana Pro Team

E a classificação geral:

1 Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb 59:31:17
2 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 0:02:47
3 Thibaut Pinot (Fra) FDJ 0:03:25
4 Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida 0:03:40
5 Ilnur Zakarin (Rus) Katusha-Alpecin 0:04:24
6 Bauke Mollema (Ned) Trek-Segafredo 0:04:32
7 Tanel Kangert (Est) Astana Pro Team 0:04:55
8 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale 0:04:59
9 Bob Jungels (Lux) Quick-Step Floors 0:05:28
10 Andrey Amador (CRc) Movistar Team 0:05:36

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *