É Pavê não é pra cumê!

tdf14-4

Galera, falta quase nada pro Tour e a gente resolveu falar um pouco mais sobre as etapas e atletas mais importantes. Para começar nossa série, contamos uma piada ruim, mas prometemos que o resto será legal – tem até vídeo no final.

Bom, a quarta etapa do Tour deste ano é daquelas que a gente não pode perder. Afinal, pelotão de grande volta e paralelepípedo é uma combinação explosiva – inclusive para braços de quenianos albinos.

Ano passado, o Niba andou muito e o Bife ficou feio (e sujo), na foto. O Froome, coitado, levou um pacote antes de chegar aos paralelos e quebrou o braço. A etapa deste ano tem 223km e, pra falar bem a verdade, é uma verdadeira loteria. Vamos torcer para todo mundo sair ileso, né?

Confira o que aconteceu ano passado.

Deixe uma resposta