Dicas de segurança para pedalar neste carnaval!

Se por um lado grande parte da população brasileira cai na folia, outra estará nas estradas e avenidas de cidades pelo país pedalando, reunimos algumas dicas para aumentar a segurança de quem vai pedalar durante a folia de carnaval.

Gustavo do Pelote em Balneário Camboriu

Embora a grande maioria do povo brasileiro seja festeira e pacífica, sempre existem aqueles que aproveitam os dias de folia para se meter em confusão, seja embriagando-se e guiando, seja correndo em alta velocidade ou mesmo fazendo maldades para com outras pessoas, todos comportamentos deploráveis.

  1. Planeje com antecedência seu trajeto, escolha vias mais calmas e secundárias, caso utilize estradas que tenham acostamento se mantenha próximo ao meio fio, muito cuidado e paciência nos acessos e saídas de estradas que são os locais de maior incidência de acidentes.
  2. Cheque a bicicleta testar freios, troca de marchas, como no carnaval a maioria dos lugares esta fechado não esqueça de levar câmara reserva, ferramenta para troca, e bomba de ar! Quanto mais autossuficiente menos apuro vai passar.
  3. Cuide de você, sob sol intenso leve consigo água, guloseimas para não “apagar” como banana passa, barra de cereais ou frutas.
  4. Equipamentos de segurança, mesmo estando na praia ou interior, use o capacete! As luvas podem impedir ralados na mão ao cair no chão enquanto óculos protegem contra poeira e reflexo do sol.
  5. Ocupe a faixa! Ficar em demasia a direita pode permitir que um carro se coloque entre você e a guia, podendo lhe forçar a uma manobra arriscada ou mesmo derrubar. Existe regra que obriga o motorista guardar 1,5m para ultrapassar mas nem sempre é seguida!
  6. Cuidado com portas! Um acidente comum é o ciclista ser atingido por um motorista ou passageiro que abre a porta sem olhar quem vem atrás, guarde uma distância de cerca de 1 metro para os carros estacionados.
  7. Sinalize! O motorista ou pedestre não tem como adivinhar se você vai parar ou virar, ainda mais um folião desatento! Então faça gestos fortes, grite se preciso, mas não conte que foi avistado.
  8. Não ande na contramão! Ande em linha reta no mesmo sentido do fluxo de veículos!
  9.  Procure andar em grupos, é mais fácil de serem visualizados e em caso de alguma emergência ou necessidade tem alguém para ajudar.
  10. Mantenha consigo anotados contatos emergenciais, cartão do SUS mesmo que tenha plano de saúde (por ele o resgate descobre para qual hospital levar, o socorrista não pode ligar para seu convênio!) e informações básicas como alergias, medicamentos que utiliza e tipo sanguíneo.

Deixe uma resposta