Dia da fuga! Pierre Rolland vence em Canazei

Após uma etapa caótica ontem, o Giro d’Italia 2017 hoje o Giro começou com uma montanha logo de cara, antes da largada praticamente todas equipes sobre rolos de treino para aquecer, uma fuga com o francês Pierre Rolland da Cannondale, o eslovaco Matej Mohoric da Emirates e o russo Pavel Brutt da Gazprom logo abriram uma vantagem acima de dois minutos, quando outros como Tejay Vangarden da BMC resolveram partir em perseguição. No topo do Aprica, Rolland passou em primeiro e começaram a descida. Logo após a descida começou a segunda montanha categorizada do dia a Passo del Tonale, de segunda categoria, desta vez Teklehaimanot da Dimension Data e Ventoso da BMC atacaram do pelote levando consigo um largo grupo, enquanto isso o trio liderava por quatro minutos.

Ao topo da montanha Rolland ganhou novamente os pontos de montanha, sempre tabalhando pela fuga com Brutt e Mohoric, a vantagem para o pelote aumentava consideravelmente e o grupo perseguidor tinha cerca de 30 pilotos sendo Jan Polanc da Emirates o mais bem colocado cerca de dez minutos de defasagem para Dumoulin. Com 90km percorridos Rolland atacou e abriu uma vantagem para a dupla Brutt e Mohoric,  durante a subida da terceira montanha Pavel Brutt que esteve em muitas fugas nessa edição do Giro cansou e Mohoric ficou só sendo alcançado com 60km para o final, a vantagem da fuga era superior a dez minutos o que denotava que dificilmente o pelote reagiria. Na perseguição pouca organização os manteve dentro da casa de dois minutos de atraso para os líderes a maior parte do tempo, muitos ataques na perseguição de Conti, Tejay e por vezes o bravo Mohoric puxando na longa subida para Canazei, a diferença para Rolland caia mas não a ponto de ser pego estava cada vez mais claro que ele venceria e o francês rompeu um hiato desde 2015 quando ainda camisa branca venceu no Tour de France e ganhou a etapa 17, atrás um pelote conservador se poupando para a dura etapa de amanhã.

Na perseguição um sprint para definir o segundo colocado foi vencido pelo português Rui Costa seguido de Gorka Izagirre, companheiro de Quintana na Movistar.

1 Pierre Rolland (Fra) Cannondale-Drapac 05:42:56
2 Rui Costa (Por) Team UAE Emirates 00:00:24
3 Gorka Izagirre (Spa) Movistar Team
4 Rory Sutherland (Aus) Movistar Team
5 Matteo Busato (Ita) Wilier Triestina
6 Dries Devenyns (Bel) Quick-Step Floors
7 Felix Gro§schartner (Aut) CCC Sprandi Polkowice
8 Omar Fraile (Spa) Dimension Data
9 Michael Woods (Can) Cannondale-Drapac
10 Julien Bernard (Fra) Trek-Segafredo

 

Entre os dez melhores da classificação geral, Jan Polanc da Emirates que assumiu a décima posição.
1 Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb 04:05:38
2 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 00:00:31
3 Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida 00:01:12
4 Thibaut Pinot (Fra) FDJ 00:02:38
5 Ilnur Zakarin (Rus) Katusha-Alpecin 00:02:48
6 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale 00:03:05
7 Bauke Mollema (Ned) Trek-Segafredo 00:03:49
8 Bob Jungels (Lux) Quick-Step Floors 00:04:35
9 Steven Kruijswijk (Ned) Team LottoNl-Jumbo 00:06:20
10 Jan Polanc (Slo) Team UAE Emirates 00:06:33

 

Deixe uma resposta