Deu zebra! Lukas Pöstlberger venceu a primeira etapa do Giro 2017!

Pöstlberger, austríaco de 25 anos da Bora venceu a primeira etapa da edição 100 do Giro d’Italia, a prova acabou a pouco teve muita ação na fuga pela honra de vestir as camisas de líder de montanha e velocista mas acabou mesmo no sprint. Caleb Ewan foi segundo e Greipel terceiro.

Desde 2007 a Sardenha não recebia o Giro, especialmente por questões logísticas e nesta centésima edição Alghero teve a honra de abrir o Giro em sua primeira aparição, com Olbia fechando a etapa e sendo ponto de partida para a segunda etapa. Com 206km e três subidas de 4ª Categoria o Giro começou ofuscado pelos desdobramentos do duplo doping na Bardiani, que acabou largando com sete pilotos ante nove das demais equipes.

Com uma fuga logo no princípio de prova, Mirco Maestri (Bardiani-CSF), Cesare Benedetti (Bora-Hansgrohe), Marcin Bialoblocki (CCC Sprandi Polkowice), Pavel Brutt (Gazprom-Rusvelo), Daniel Teklehaimanot (Dimension Data) e Eugert Zhupa (Wilier Selle Italia) foram se revezando na disputa pelas metas intermediárias, definindo as camisas de montanha e velocista. No final dois movimentos marcaram a etapa, a Bora assumiu a cabeça do pelote faltando pouco mais de 3km, esperava-se Pöstlberger embalando Sam Bennett mas aconteceu uma queda numa sequência de curvas que desestabilizou o pelote e Pöstlberger foi acelerando e o pessoal foi deixando entraram no quilômetro final e foi ficando tarde e ninguém partiu…quando partiram era tarde! O austríaco que só havia ganhado uma etapa da volta a Áustria na carreira venceu a primeira etapa do Giro d’Italia e veste a maglia rosa!

Na entrevista antes do pódio ele declarou:

Nós queríamos tentar o sprint para o Sam (Bennett), mas dentro da cidade aconteceu alguma coisa e o trem de liderança perdeu minha roda e eu tive uma vantagem. Ouvi então no rádio “vamos Posty, vamos, tente isso!”E eu forcei com tudo que eu tinha. Isso funcionou, a vitória para a equipe e minha primeira vitória profissional a Maglia Rosa! Eu vou levar muitas semanas para acreditar nessa vitória. Isso é realmente inacreditável!

 


Entre os favoritos um pequeno atraso, pouco antes dos 3km finais uma queda envolveu alguns pilotos na entrada de uma curva, e Kruijswijk perdeu cerca de 15 segundos.

Com isso o resultado ficou:

1 Lukas Pöstlberger (Aut) Bora-Hansgrohe 5:13:35
2 Caleb Ewan (Aus) Orica-Scott
3 André Greipel (Ale) Lotto Soudal
4 Giacomo Nizzolo (Ita) Trek-Segafredo
5 Sacha Modolo (Ita) UAE Team Emirates
6 Kristian Sbaragli (Ita) Dimension Data
7 Jasper Stuyven (Bel) Trek-Segafredo
8 Ryan Gibbons (Afs) Dimension Data
9 Sam Bennett (Irl) Bora-Hansgrohe
10 Phil Bauhaus (Ale) Team Sunweb

 

Confira o vídeo com os últimos quilômetros:

Deixe uma resposta