Bouhanni dedica a Ali vitória!

Após o duríssimo prólogo de ontem, o Criterium du Dalphiné 2016 foi de Cluses a Saint-Vulbas por 186km numa etapa onde o sprint era esperado, com quatro montanhas de quarta categoria. Logo no início Frederik Backaert da Wanty e Mitch Docke da Orica atacaram e chegaram abrir 5 minutos de vantagem para o pelote. Levou as duas metas iniciais de montanha, o duo fez um ótimo trabalho de revesamento e manteve a distância na casa dos 4′ por mais de 100km, então Cofidis e Katusha resolveram trabalhar e colocaram seus puxadores na frente e aceleraram.

Com 24km para o final Docke desistiu e restou Backaert solo com uma diferença de 1 minuto para o pelote, com 13km para o final foi alcançado, fim da fuga, a prova terminaria em sprint.

bouhani

Com a prova caminhando para o final SKY e Tinkoff colocaram Froome e Contador juntos da cabeça do pelote, até ultrapassar a marca dos 3km faltantes, para evitar perda de tempo em algum acidente. Depois disso foi uma batalha pelo posicionamento dos sprinters com a Katusha e Cofidis literalmente batendo cabeça na ponta, Debusschere da Lotto e Sam Bennett da Bora apareceram na cabeça enquanto Kristoff e Bouhanni estavam logo atrás de seus últimos embaladores, e numa arrancada espetacular Nacer Bouhanni venceu o Sprint com Debusschere em segundo e Bennett em terceiro.

Bouhanni que foi kick boxeador deu vários socos no ar e dedicou a vitória ao legado de Muhammad Ali, falecido no final de semana.

Muita discussão no pós prova sobre agressividade nos últimos quilometros entre Cofidis e Katusha, veja nos twitts abaixo:

 

A classificação geral permanece inalterada, confira os dez primeiros na etapa:

 

crit1-c

Confira os dez primeiros colocados na classificação geral:

crit1-gc