Aru vence escapado!

Muita emoção na etapa do Criterium du Dalphiné hoje entre Boen-sur-Lignon e Tournon-sur-Rhonê. Impossível falar em Tournon sem o majestoso Chateau de Tournon, edificado no século XVI marcando a transição para renascença, desde 1927 um museu.

chateau-musee-de-tournon-94419

Do coração do vale do Loire o pelote seguiu por 187.5km para Tournon com seu centro histórico da idade média e seus vinhedos famosos passando por três montanhas, sendo duas de quarta categoria e uma dura subida de 2.9km de segunda categoria a 21km do final em descida.daup-e3p

Logo no início da etapa Terpstra (Etixx), De Gendt (Lotto Soudal) e Claeys (Wanty) estabeleceram uma fuga com quase cinco minutos no km48, motivando ação do pelote para neutralizar, Giant, Cofidis e Katusha passaram a revezar na cabeca do pelotão, na altura do km90 já subindo o Montfaucon a fuga tinha 2’25”, Terpstra levou a meta de montanha, durante a descida um contra ataque  Gautier (Ag2r) e Quémeneur (Direct) alcançou a fuga com 67km para o final, formando um grupo de cinco escapados.

De Gendt passou a meta de Rouney em primeiro levando o ponto para disputa da camisa de montanha. Durante a descida, Terpstra atacou na descida e desorganizou a fuga, o pelote vinha a 1 45″ e começou a diminuir a distância, e faltando 26km para o final foram pegos.

Na ultima subida do dia, Tony Martin atacou faltando 23km, Pierre Rolland (Cannondale) e Grmay (Lampre) tentaram perseguir Martin e quase no topo Fabio Aru ataca do pelote e alcança os perseguidores, passaram então no topo de Sécheras: Martin com vantagem de 22″ sobre Aru, Rolland, Gmay e o pelote a 35″, na descida um contra ataque do pelote se juntou a fuga criando um grupo de 8 pilotos na liderança entre eles Rolland, Aru, Landa e Grmay, mantinham uma distância pequena para o pelote, apenas 10″. Tudo caminhava para um final em sprint.

aru

 

Então Aru atacou novamente, ficou solo a 12km do final com uma vantagem de apenas 10″, e o imponderável aconteceu uma queda no pelote com Tony Martin envolvido e Contador com um furo atrasou o pelote, a Tinkoff segurou o ritmo e colocou novamente Contador no pelote, ai com 2km para o final Aru mantinha 11s de vantagem, Aru olhava para trás e via o pelote crescendo pra cima, lutou bravamente venceu com cerca de 100m de vantagem para o pelote.

daup-e3w

 

No pelote, Kristoff levou o sprint seguido por Bonifazio da Tinkoff e Alaphilippe.

Na classificação geral, Contador segue líder com 6″ de vantagem sobre Porte 13″ sobre Froome.

Confira o vídeo com os últimos quilômetros de prova:

daup-e3gc