A vitória ficou em segundo plano.

Hoje no Tour de San Luis a vitória foi embargada pelo acidente, em especial com o campeão italiano de crono Adriano Malori (Movistar), que foi colocado em coma induzido.

A etapa entre Renca e Juana Koslay com 168km com pouca altimetria e longas rampas parecia caminhar para a briga entre fuga e pelotão, logo cedo Dani Diáz (Delko), Tivani (Sel.Argentina), Ibarra (San Juan) e Cabrera (Sel. Uruguai) empreenderam a fuga.

Porém a 30km do final, Malori puxava o pelote na tentativa de reduzir o tempo da fuga quando, segundo Nibali pegou uma grelha, a queda na ponta do pelote sempre costuma trazer estragos, e hoje não foi diferente.

Atualização:

Malori teve a clavícula quebrada na queda, ficou inconsciente e foi colocado em coma induzido, passou a noite bem e há expectativa de em breve fazer a cirurgia.

Fernando Gaviria quebrou o braço, Rodrigo Contreras também teve que abandonar antes da largada do sexto estágio, duas perdas enormes para Etixx.

Na fuga, o jovem Tivani ganhou o Sprint sobre Dani Diáz, Sepulveda que também caiu, mas sem consequências segue líder.

 

 

Acidente:

 

Quilômetros finais: