Dobradinha holandesa no mundial feminino de ciclismo em Imola

Luiz Papillon

O país que cuja população mais pedala no mundo, é campeão mundial de ciclismo feminino pela quarta vez consecutiva. A holandesa Anna van der Breggen venceu o mundial de ciclismo feminino em Imola na Itália.

Essa foi o segundo título mundial da holandesa em dois dias, Van der Breggen venceu na quinta feira o mundial contra o relógio. Até o mundial de 2021 em provas de estrada e contra o relógio, apenas ela utilizará a camisa arco-íris. Em segundo ficou Annemiek van Veuten, campeã mundial de 2019 que competiu apenas alguns dias após uma cirurgia para reparar o rádio (osso do antebraço) que fraturou durante o Giro Rosa. Na terceira colocação ficou a italiana Elisa Longo Borghini.

Anna van der Breggen

Aos 30 anos de idade, Van der Breggen tem títulos que a colocam entre as maiores ciclistas de todos os tempos. A holandesa que compete desde 2009 marcou para o final da temporada 2021 seu adeus as competições como ciclista tem como destaques:

  • 2 Mundiais de Estrada – 2018 e 2020
  • 1 Mundial Contra o Relógio – 2020
  • 1 Ouro Olímpico – 2016
  • 3 Giro Rosa
  • 2 Liége Bastogne Liége
  • 5 Flèche Wallonne

Confira os resultados do Mundial de ciclismo Feminino 2020

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Julian Alaphillippe é o campeão mundial de ciclismo em 2020

Com um ataque a 11km do final, Julian Alaphilippe seguiu sozinho para vitória em Imola, colocando seu nome na história do ciclismo profissional. Alaphilippe aos 28 anos vence pela França um Mundial de Ciclismo, algo que não ocorria desde 1997 com Laurent Brochard. Atrás no sprint selecionado, o belga Wout […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: