Mathieu van der Poel vence Amstel Gold Race!

Luiz Papillon

Hoje sim, hoje não, hoje Sim! Uma vitória espetacular, única e épica! O domingo de páscoa trouxe uma prova com final espetacular. Um ataque de longe na marca de 37km para o final marcou a Amstel Gold Race 2019. O francês Julian Alaphilippe da Deceuninck atacou e foi seguido pelo dinamarquês Jakob Flugsang da Astana. A dupla trabalhou e colocou quase um minuto sobre o pelote. Atrás o pelote se despedaçou e vários grupos de perseguição se formaram.

A situação da Strade Bianchi se repetiu, porém sem uma subida dura no final. Flugsang tentou uma, duas, três vezes mas não conseguia largar Alaphilippe. Assim a dupla diminuiu muito a velocidade. Atrás vinham os grupos perseguindo, primeiro Michal Kwiatkowski e depois um grupo com Mathieu Van der Poel. No quilômetro final o grupo foi chegando, chegando e o sprint foi coletivo com Van der Poel saltando e acelerando como uma moto para vencer a prova! A imagem de Van der Poel no chão recuperando o fôlego faz qualquer um verter lágrima.

Mathieu Van der Poel

O mais incrível é que isso aconteceu de modo parecido 29 anos atrás. Dois escapados enrolaram, o pelote chegou e venceu um holandês, seu nome: Adrie Van der Poel. Sim a vitória do filho foi muito, mas muito parecida com a do pai!

54ª Amstel Gold Race – 265.7km

Neste domingo de páscoa com sol e temperatura amena começou a Amstel Gold Race 2019. Ontem fiz uma prévia da prova onde você encontra um pouco da história da prova e dos favoritos. Com 35 subidas no cardápio e 265.7km a prova começou com ataques logo no começo para a tentativa de formar a fuga do dia. Primeiramente uma fuga com nove ciclistas, depois mais dois ciclistas formaram a fuga do dia:

  • Julien Bernard – Trek Segafredo
  • Grega Bole – Bahrain
  • Michael Schar – CCC
  • Aaron Verwilst – Sport Vlaanderen
  • Jérôme Baugnies – Wanty Gobert
  • Jimmy Janssens – Corendon Circus
  • Marco Minaard – Wanty Gobert
  • Nick van der Lijke – Roompot Charles
  • Thomas Sprengers – Sport Vlaanderen
  • Tom Van Asbroeck – Israel Cycling

O pelote permitiu a fuga uma vantagem de até 7:20 e só começou a reduzir a diferença a partir da marca de 150km para o fim. Já dentro dos 100km finais a equipe Astana assumiu a cabeça do pelote e passou a reduzir rapidamente a vantagem da fuga. Quando a vantagem da fuga estava próxima a um minuto começaram os ataques com Mathieu Van der Poel e Gorka Izaguirre, a dupla liderou até 38km do final quando foi pega.

Ataque de Alaphilippe despedaçou o pelote

Alaphilippe então atacou, Jakob Flugsang o seguiu e começaram uma fuga. Atrás após algumas tentativas Kwiatkowski e Matteo Trentin atacaram para formar uma perseguição. O pelote despedaçou e diversas duplas foram se montando para perseguir a vitória. Entraram pelos dez quilômetros finais com:

  1. Alaphilippe e Fuglsang
  2. Kwiatkowski e Matteo Trentin +27″
  3. Bauke Mollema e Simon Clarke +57″

Van der Poel vence de forma espetacular!

A situação da Strade Bianche se repetia com Alaphilippe e Fuglsang, agora a última subida seria o Bemeleberg com maior distância para o final. Como Fuglsang poderia se livrar de Alaphilippe? Fuglsang começou a testar Alaphilippe, uma, duas, três vezes! Mas o francês seguia. Assim a dupla diminuiu muito a velocidade. Atrás vinham os grupos perseguindo, primeiro Michal Kwiatkowski e depois um grupo com Mathieu Van der Poel. No quilômetro final o grupo foi chegando, chegando e o sprint foi coletivo com Van der Poel saltando e vencendo!

Mathieu Van der Poel, filho de Adrie Van der Poel que também venceu a Amstel Gold Race em 1990 escreveu definitivamente seu nome no ciclismo de estrada.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Tao Geoghegan Hart da Sky vence abertura do Tour dos Alpes!

Nesta semana acontece o 43º Tour dos Alpes, corrida 2.HC – Maior nível UCI Europe Tour. A prova 5 de etapas percorre a região do Sul do Tirol. Serão 711,7km e 13.400m de subida acumulada para 140 ciclistas. Nesta primeira etapa restando 14km para o fim, veio o ataque de […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: